terça-feira, dezembro 27, 2011

Boas Festas

Bom, estou aqui completamente atrasada para desejar Boas Festas! Mas antes tarde do que nunca. Espero que todos tenham tido um Natal delicioso, repleto de livros novos e emocionantes.

E que 2012 não seja o fim do mundo (copiando o desejo de meu namorado) e que eu possa me dedicar mais ao blog, ler mais livros e diminuir minha lista de "Vou Ler" do Skoob. E que eu finalmente leia Jogos Vorazes e Paula Pimenta. E desejo que vocês consigam atingir suas metas de leituras, que ganhem novos desafios, seguidores, parcerias e promoções.

E vamos que vamos! Tenham uma ótima festa e aproveitem com seus amigos, namorados(as) ou família.

Fora isso, queria agradecer a todos que me animaram a manter o blog, minha família, amigos e namorado. E o post de comemoração de 2 anos do blog Literalmente Falando que me animou muito. Achei super bacana. A todos que me cobram, a todos que comentam e a todos que visitam.

Então, obrigada. E até o ano que vem!

segunda-feira, dezembro 12, 2011

Noturno - Guilherme Del Toro e Chuck Hogan

Eu sei que demorei muito para atualizar o blog. Minha desculpa: O trabalho! Essa época foi um pouco tensa e muito agitada lá onde eu trabalho, estou exausta, mas é um cansaço bom! Vai entender. Mas, obrigada Luara pela cobrança! Com certeza me motivou a atualizar o mais rápido possível.

Bom, estou aqui para falar de um livro que li faz algum tempo, "Noturno". Quando vi o livro pela primeira vez não me interessei muito, achei que seria chato por parecer ter toda essa história de ciência, afinal, sou uma pessoa que lê chick lit. Então, demorei muito para ler, mas como algumas pessoas que tinham o mesmo gosto que eu para livros achou ele muito bom, decidi dar uma chance.

Meu primeiro medo com esse livro foi por ser escrito por dois autores, pensei que talvez ficasse confuso, o estilo de um autor aparecendo e depois mudando para outro estilo, sei lá. Mas não aconteceu. Li ele muito rápido pois é muito envolvente, e confesso que fiquei com medo, em um ponto fiquei passando as mãos na garganta (quem começar a ler já vai descobri o porquê).

A história começa em um avião, que parece ter sido abandonado, todo apagado e fechado, exceto pelo fato de seus passageiros, pilotos e comissários ainda estarem dentro dele, mortos ou em coma. Claro que começam a investigar algum vírus ou coisa do tipo, mas toda essa parte da "ciência" não é chata. É bem simples. Fora isso, outras histórias vão acontecendo juntas. A investigação, os passageiros tendo alguns sintomas, e a história que parece originar tudo.

Não é um livro romântico, em que o principal assunto é o relacionamento de um homem e uma mulher. Não, ele conta sim sobre os relacionamentos entre as pessoas, mas a história é sobre esse vírus, que parece transformar as pessoas em vampiros. E não são vampiros do tipo charmoso e super bonito, mas vampiros do tipo zumbis, Resident Evil, um vírus mesmo que transforma a pessoa em um "animal". Mas com a história de um "mito" por trás.

Um livro de suspense muito bom mesmo, e adorei o que esses dois autores conseguiram fazer, tornar a história muito interessante e emocionante. Mas, achei que demorou muito na parte do avião, abre o avião, não abre o avião e tal. E como acaba muito abruptamente, acho que é o tipo de trilogia que é melhor começar a ler só quando todos os livros forem publicados.

É isso! Demorou, mas consegui!

quarta-feira, novembro 02, 2011

Desejados do Momento #1

Bom, como qualquer garota viciada em livros, desenvolvi uma lista de desejados no Skoob muito grande. Como qualquer pessoa sensata eu sei que não vou conseguir comprar e ler todos os livros de uma vez. Por isso, tomei a decisão de criar uma lista de prioridade do momento, ou seja, os livros que eu mais quero ler no momento. Os livros que escolher para essa lista serão os próximos que irei comprar.

Então, defini ler/comprar apenas 2 livros por vez (Claro, que irei comprar mais se a promoção for muito, mas muito boa mesmo). Acho que dois é um número bom, para eu não gastar muito de uma vez. Ai, só depois que eu terminar os 2 livros da lista, que vou poder comprar mais. Fácil né? Bom, espero que dê certo. rsrsrs.. Então, vamos os livros que eu mais desejo no momento.


Um Dia
Vinte Anos, Duas Pessoas
(David Nicholls)
Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro.
Os anos se passam e Dex e Emma levam vidas isoladas - vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois.
Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida.

Como Fui Esquecer Você
(Jennifer Echols)
Porque não dá para escolher o que esquecer e o que lembrar?
Havia muitas coisas que Zoey gostaria de esquecer, como o fato de seu pai ter engravidado a namorada de 24 anos. Como o medo de que a cidade inteira descobrisse sobre o colapso nervoso de sua mãe, de como o lindo e temível Doug a insultava na escola.
Sentindo que sua vida estava prestes a virar do avesso, Zoey luta da única maneira que conhece, usando sua famosa atenção aos detalhes para certificar-se de que é a filha, aluna perfeita e a namorada do melhor jogador de futebol, Brandon.


Eu sei, estou um pouco romântica e melosa no momento, mas é que me despertou muita curiosidade as pessoas que me falaram desses livros. E como agora não quero ler um livro de suspense, policial ou de criaturas sobrenaturais (que gosto também), resolvi por esses dois.

Mas fiquem livres para me recomendar mais algum, para minha próxima lista! De qualquer gênero. Eu escolho o gênero do livro de acordo com meu humor. E quem sabe como vai estar meu humor daqui uma semana?

domingo, outubro 23, 2011

O Noivo da Minha Melhor Amiga - Emily Giffin

Ganhei esse livro, junto com Lunch in Paris, que a Velma, amiga de livros também, me mandou carinhosamente de presente. Thanks Velma.


Esse livro mostra o lado diferente da história de uma traição. Sim, porque existem sempre 3 lados. E eu, por exemplo, só tinha lido o lado da mulher traída. Esse livro mostra o lado da outra, a "amante". Mas que não significa que não é a vítima também.

Vamos lá, Rachel é do tipo de pessoa que faz sempre a coisa certa. Ela sempre estudou muito, trabalha bastante e engole todos os "sapos" de seu chefe. Sua vida amorosa é inexistente. Mas, ela não se preocupa muito com isso. Afinal, ela é a sombra de Darcy, que é sua melhor amiga linda e maravilhosa. Enquanto Rachel é só... normal.

E o pior, ela esta completando 30 anos, antes de Darcy. E ela não tem ninguém, enquanto Dacy tem Dex, seu noivo perfeito que Rachel apresentou para Darcy. O que Rachel não esperava era dormir com Dex em seu aniversário. Isso mesmo, a certinha da Rachel dormiu com o noivo da melhor amiga, e ainda é a madrinha do casamento. Imaginem o rolo, as complicações e clichês envolvidos nessa histórias, do tipo o noivo que dorme com a madrinha.

E entre várias reviravoltas e mentiras, Rachel descobre que Darcy é manipuladora e egoísta, e que não é tão sua amiga assim. Além disso, ela começa a ter mais confiança em si mesma e a achar que talvez ela seja melhor para Dex do que Darcy. Afinal, ela conheceu ele primeiro!

Esse livro é muito legal, a forma como Rachel amadurece, como ela se iludi quando esta apaixonada. Como ela descobre quem são seus amigos de verdade, e quais só suportam Darcy por causa dela. É como se aos poucos a Rachel acordasse para sua nova vida, ou melhor, ela começa a viver de verdade. Recomendo muito! O filme é claro que não é tão fiel ao livro, mas é legal também.

quarta-feira, setembro 28, 2011

Procura-se um namorado: Ultima chamada - Melissa Senate

Jane é uma garota normal, exceto que está solteirona! Pior que todos lembrarem ela disso, ela não gosta do seu apartamento que é pequeno demais, acha irritante algumas pessoas de sua família e acha que não é reconhecida no trabalho.

Para piorar, sua prima vai se casar, e vai ser o casamento, com um partidão. E ela terá que ser dama-de-honra.

Então ela resolve conhecer o máximo de caras que ela conseguir, em encontros às escuras (sim, ela é corajosa) para tentar achar alguém para se casar, ou alguém para apenas namorar e amar, tá bom o que ela quer mesmo é mostrar que ela não é solteira e só quer alguém que seja considerado um "bom partido" para causar inveja no casamento de sua prima.

Para melhorar um pouco, Jane recebe uma "promoção", e vai ser a editora responsável de um livro. Mas antes de se empolgar demais ela conhece a autora desse livro, e é ninguém mais do que a garota mais bonita da escola, e que continua bonita, maldita Natasha. Essa Natasha ainda tem tudo o que quer, deu um apelido nada legal para Jane na escola, e ainda vai escrever um livro sobre o caso que teve com uma celebridade, que foi exatamente como ela se tornou tão conhecida.

Então, além de arranjar um namorado para causar inveja no casamento de sua prima, ela também quer causar inveja para Natasha (e se acabar causando inveja em Jeremy, seu "chefe", não seria mal também).

Passando por vários encontros muito engraçados e horríveis, que os amigos dela arrumam, ela acaba achando que vai conseguir cumprir essa meta de arranjar um namorado. Mas a vida ainda tem muitas suspresas para Jane.

Jane é uma personagem muito insegura, por conta disso ela acaba 'conformada' com pouco e não dá valor para o que realmente tem. Ela enxerga apenas defeitos em sua vida e a dos outros a perfeição, o que vai mudando no livro. Aos poucos Jane fica mais matura e percebe que todos tem problemas.

Esse livro é hilário, e li graças a Karen, que compartilha comigo o vício por livros (valeu, Ká). Você ri e chora com as situações que Jane se mete. E amei a capa também, simples mas combina com o livro.

Para quem gosta dos livros estilo chick lit, vai amar esse. E para os que gostam de filmes, "Um encontro com Jane" é o filme que foi baseado no livro. Ainda não assisti, mas estou louca para ver! Apesar de achar que o livro é sempre melhor que o filme.

terça-feira, setembro 13, 2011

ENCERRADA - PROMOCAO!! Meus 24 anos (Marian Keyes)

 Olá pessoal!

Bom, algumas novidades para vocês. Primeiro, queria agradecer o Livronauta - Sebos e Livros Usados, que me procurou para fazer essa parceria, por isso, eles que estão "doando" o livro para eu sortear! Obrigada. Segundo, hoje é meu aniversário e eu faço 24 aninhos. Yeiii!! Por isso, estou fazendo essa promo super legal para vocês. Como adoro Chick-lit e principalmente os livros da Marian Keyes, resolvemos sortear o livro dela!

A promo começa hoje, 13/09 e vai até 13/10.  O sorteio será dia 14/10 e se o vencedor tiver seguido todas as regras enviarei e-mail no mesmo dia, se não farei um novo sorteio. A pessoa terá 48hrs para responder o e-mail, se não responder, vou fazer um outro sorteio também. Vou divulgar o resultado por aqui e no twitter.

Vamos listar as regrinhas (obrigatório):

- Seguir publicamente o blog. (pelo Google Friend Connect, é só ter um gmail ou twitter)
- Curtir a página do facebook do Livronauta (http://www.facebook.com/livronauta)
- Ter endereço de entrega no Brasil.
- Preencher esse formulário.

Chances extras (opcional):

- Seguir o twitter @FefaCarla. (preencher formulário +1 vez)
- Seguir o twitter do @livronauta. (preencher formulário +1 vez)
- Twittar a frase (cuidado com spam, ok?): 
Para comemorar o aniversário da @FefaCarla, o Blog EntreUmLivroeOutro e o @livronauta vai me dar o "Cheio de Charme" http://bit.ly/niLG6d
(preencher formulário cada vez que postar)



O PRÊMIO

Título Original:  The charming man
Autor:  Marian Keyes
Tradutor:  Maria Clara Mattos
ISBN:  8528614670
Gênero:  Chick Lit
Páginas:  784
Formato:  16 x 23
Editora:  Bertrand Brasil

Tooodo mundo se lembra de onde estava quando ouviu a notícia de que Paddy de Courcy ia se casar.

Entretanto, para quatro mulheres em particular, a grande novidade sobre o carismático político é especialmente importante...

A consultora de estilo Lola Daly tem todos os motivos do mundo para querer saber quem é a pessoa com quem Paddy vai se casar — afinal, mesmo sendo a namorada do cara, ela não é, definitivamente, a noiva. De coração partido, Lola foge da cidade e vai para uma cabana no litoral. Será que o retiro se provará tão idílico quanto ela imagina?

Não se a jornalista Grace puder fazer alguma coisa. Ela quer uma versão bem íntima do noivado do De Courcy e acha que Lola tem a chave desse segredo. Grace conheceu Paddy há muito tempo. Mas por que será (ai, que ódio!!!) que ela não consegue esquecer o sujeito?

A irmã de Grace, Marnie, pode ter a resposta. O problema é que ela também tem pendências a resolver com o passado. Seu querido e adorado marido e suas lindas filhas são maravilhosos, mesmo assim eles não conseguem afastar a lembrança daquele primeiro amor: um certo... ele mesmo: Paddy de Courcy. Do que Marnie precisa para levar sua vida adiante?

E o que dizer sobre a futura Sra. De Courcy? Alicia fará qualquer coisa pelo noivo e está determinada a ser a primeira-dama perfeita. Mas será que ela conhece o verdadeiro Paddy?

Quatro mulheres diferentes. Um homem terrivelmente sedutor. E o segredo sombrio que conecta a todos.
 (Fonte: Grupo Editorial Record)

sexta-feira, setembro 02, 2011

Veronika decide Morrer - Paulo Coelho

Então, Veronika decide morrer. Foi uma decisão bem pensada, afinal, como você vai se matar e por que? Veronika não teve nenhum motivo traumático ou especial para se matar. Mas ela decide que a vida não vale a pena, simples assim. Tudo estava decidido, só que ela não morreu, pior, acabou em um Hospital Psiquiátrico. Só que por conta de sua tentativa ela agora tem um problema no coração que vai levar ela a morte mais cedo do que as pessoas normais, mas não tão cedo quando ela queria, já que tentou se matar.

Como vocês já devem imaginar, Veronika não acha que é louca e que só tem todo o direito de morrer. Ela até conversa com as pessoas do hospital, mas é totalmente hipócrita e se acha melhor que muitos. Só que ela tentou se matar.

Como ela irá morrer cedo, ela apenas tem que "matar" seu tempo no hospital, certo? Conforme ela vai conhecendo as pessoas, Veronika vai repensando alguns valores que tinha, vai começar a pensar mais sobre a vida, e quando "conhece" um cara em particular ela se torna totalmente curiosa. E essa curiosidade de Veronika vai despertar vários sentimentos nela.

Esse é um livro que realmente faz você dar valor a vida, e te da esperança. O Paulo Coelho, que é um autor que muitos amam assim como muitos odeiam, eu fiquei muito com o pé atrás para ler esse livro, e depois de ver o estusiasmo de uma amiga que leu o livro e me recomendou, resolvi tentar e realmente me surpreendi.

Esse também é um livro que você tem que manter a mente aberta, por conta das situações em que alguns personagens se encontra, e às vezes a leitura se torna cansativa meio parada.

Provavelmente, quem é psicologo terá uma avaliação bem melhor dos personagens. Para leigos, você apenas tenta compreender os sentimentos deles, e suas ações. É bem interessante essa leitura.

segunda-feira, agosto 22, 2011

Hell Paris - Lolita Pille

Imagine Paris. Linda como é. Agora imagine ser uma pessoa muito rica que vive em Paris, e esse dinheiro vem sem nenhum esforço ou trabalho. Esse é o cenário da narradora, Hell. Ela tem tudo o que quer e fica entediada muito rapidamente, e como qualquer jovem da alta sociedade e do circulo dela, o objetivo de vida dela (se é que ela tem um) é ir para festas, baladas e comprar tudo que quiser, roupas e sapatos das marcas mais caras.

Você deve pensar "Que inveja, queria ter tudo isso". Mas talvez por Hell ter tudo, ela não fica satisfeita com nada. Você conhece Hell como uma pessoa que não liga para ninguém, não tem valores, e só sabe se drogar, comprar e badalar. O livro já começa com um aborto. Essa é a vida que você quer? Acho que não, né?

Bom, Hell tem essa vida, e apesar de ser desajustada, rebelde e irritante (sim, ela é muitas vezes), por não ter valores e ser maldosa com muitas pessoas, acaba por achar alguns momentos de lucidez e até talvez o amor.

Esse livro é o tipo que ou você ama, ou você odeia. Eu adorei, acho que sim, as pessoas são fúteis, e o livro mostra essa realidade. Aliás, ele é quase um "diário" da autora Lolita Pille, já que ela é essa patricinha, mas diz ela que o livro sofreu algumas modificações do que foi a realidade.

É uma leitura intensa, precisa de paciência, mas definitivamente é inesquecível. Um livro que te faz pensar. Mas provavelmente a maioria das pessoas não vão gostar do fim, sem spoilers.

quarta-feira, agosto 10, 2011

O beijo das sombras - Richelle Mead

Bom, quando comecei a ler esse livro não achei que ia adorar. Fiquei um pouco confusa no começo, vou explicar. Esse é o primeiro livro da série Academia de Vampiros, que terá no total 6 livros. E lá vamos nós, mergulhar no livro.

Ok, entramos em um mundo em que existem: os Moroi, que são os vampiros bons, que não mataram ninguém, possui poderes de algum elemento (água, terra etc), e se alimentam de sangue poucas vezes e apenas com alimentadores; os Strigois, que são os vampiros que já mataram alguém, são violentos e tem muita sede de sangue, não possuem poderes de elementos; e os Damphir, que são pessoas que nasceram meio vampiro e meio humano, ou é filho de Damphir com um Moroi (já que Damphir com Damphir não tem filho), os Damphirs são também muito fortes, apesar de não possuirem poderes, e são os guarda-costas dos Moroi.

Muito bem, já começou a ficar confuso? Então imagina que os Damphir são uma raça que sofre muito preconceitos, sofrem um período meio escravo dos Moroi, e não tem autoridade nenhuma. Ai eu comecei a não gostar, mas pensei que iria mudar, vou continuar a ler.

Bom, a história gira em torno de Rose, uma Damphir que desde pequena protege a Lissa, uma Moroi, única de sua família e realeza. Bom, Rose é do tipo rebelde e Lissa é do tipo certinha. Como Rose tem que proteger Lissa, as duas fogem da escola de vampiros, porém são capturadas e voltam. Quem capturou elas é um guardião (Damphir) chamado Dimitri, que acaba por se tornar o treinador de Rose.

Bom, lógico, que Rose acaba sentindo uma atração por Dimitri, porém Damphirs não tem direito de se apaixonar e ter uma família se eles querem ser guardiões. Além disso, ela deve ajudar a Lissa, que parece que esta enlouquecendo e correndo perigo, pois alguém está atrás dela.

Complicado, hein? É um mundo completamente diferente. Nem parece um livro de vampiros. Mas é bem legal a forma como você fica tensa com os poderes delas, com o vínculo que e as duas personagens possuem e as conspirações que vão descobrindo. E com o romance entre Rose e Dimitri que é bem intenso. Adorei a história por ser bem contada e ter bastante detalhes sem ser chata, e principalmente, adorei a personagem de Rose que se comporta como uma adulta e adolescente ao mesmo tempo, sabe disso e tem muita coragem, age antes de pensar na maioria das vezes (a Lissa achei um pouco fraquinha). Recomendo, mas mantenha a mente aberta e aproveite para se emocionar com os dramas.



quarta-feira, julho 27, 2011

Marcada - P.C. Cast e Kristin Cast

Esse é o primeiro livro da série The House of Nigth e conta a história de Zoey, que é marcada para se transformar em uma vampira. Agora vamos explicar, a pessoa que é marcada para se tornar uma vampira, não é mordida, ela é marcada com uma pequena tatuagem de lua. Só tem um porém, você pode não sobreviver a transformação.

Zoey odiou ser marcada, pois isso significava que ela deveria mudar de escola, morar na escola (ok, isso ela pode suportar pois não gosta tanto de morar em sua casa, preferiria morar com a avó) e não ver seus amigos como antes. Isso acontece pois os vampiros vivem dentro do terreno da escola e apesar de conviverem com os humanos normalmente (mesmo que os humanos não gostem de conviver com vampiros) eles tem suas regras, seu "governo" e aulas completamente diferentes de escolas normais.

Além de se adaptar, Zoey tem que sobreviver, até aturar as pessoas que não gostam dela na escola. Com jovens que são bem maturos e sensuais a história é completamente envolvente. Os personagens são fortes, marcantes e parece que você realmente conhece eles, como se fossem pessoas que você imagina em seu dia a dia, e tudo tem um significado. A escola lembra muito a de Harry Potter, possui muitos detalhes para que você entre realmente no clima e na minha opinião é um dos melhores livros que já li, nada semelhante com os livros de vampiros mais tradicionais. É o começo de uma história que vai ter muito o que contar, já que a série tem 9 livros. Ah! E a capa é demais! E uma curiosidade, as autoras são mãe e filha.

terça-feira, julho 05, 2011

Feios - Scott Westerfeld

Adoro livros, cujo autor cria um mundo completamente diferente do nosso e com tantos detalhes. Esse é o caso do Scott Westerfeld que faz você mergulhar em uma realidade futurística. Tudo gira em torno de Tally, uma garota "feia" que está ansiosa por se tornar uma "perfeita". Para começar, vamos explicar, todos nascem feios, porém, ao completarem 16 anos, passam por uma cirurgia que torna sua aparência perfeita, de acordo com os padrões estipulados, claro.

Só que Tally acaba conhecendo Shay, que não se acha "feia" e que duvida da política da cidade em que todos tem que ser "perfeitos", portanto, Shay foge, e Tally é forçada a ir atrás. Ao encontra Shay, Tally acaba descobrindo uma grande conspiração na política de sua cidade, e ela muda totalmente de opinião sobre o conceito de beleza e questiona o preço que tem que pagar por ela.

Só que o destino sempre trama contra essa garota e quando ela começa a se apaixonar, uma grande tragédia acontece. E Tally terá que compensar o mal que fez.

Este livro é muito interessante, é o primeiro de uma série, e realmente prende sua atenção. Os detalhes do novo mundo, a política de não agredir a natureza, a forma como as pessoas vivem separadas por idade, é um futuro que você acaba por entender como o autor criou. Usando nós,  os Enferrujados, como o passado que causou uma catástrofe e forçou a humanidade a mudar o estilo de vida é totalmente compreensivo. A imaginação voa solta! E essa é uma das melhores qualidades de um livro, forçar sua imaginação para conhecer uma outra realidade. Recomendo, muito!

segunda-feira, junho 20, 2011

A rainha do castelo de ar - Stieg Larsson

No segundo livro, Lisbeth encontra seu pai e tenta matá-lo, quase morrendo também. No terceiro livro Lisbeth se depara com um novo desafio, além de se recuperar de seus ferimentos, ela precisa provar sua inocência.

E Mikael entra novamente ao socorro de Lisbeth, como um príncipe jornalista, pedi primeiro para sua irmã ser advogada de defesa da Lisbeth. Depois ele irá investigar todos os inimigos dela, tentando reunir provas de uma conspiração extremamente bem organizada e discreta que passou anos prejudicando Lisbeth e silenciando todos.

Enquanto isso, ele também se envolve com outra mulher, mas dessa vez o caso é um pouco diferente, por incrível que pareça. Porém a vida das pessoas que ele estima ficam em perigo conforme ele vai cavando mais fundo no caso de Lisbeth.

Nesse livro, vence quem for o melhor de estratégia e quem souber jogar com as peças que tem. Esse livro é tenso do começo ao fim, não dá para parar de ler até terminar, as argumentações sobre o caso são emocionante, como se você estivesse em um tribunal realmente. Por fim, Lisbeth consegue sua vingança de uma vez por todas, contra todos que lhe fizeram mal.

E é o fim da trilogia! Assim como dos livros de Stieg Larsson, pois, ele morreu de ataque cardíaco pouco após ter entregue seus livros ao editor. Nos resta apenas admirar a única trilogia fascinante e surpreendente que ele fez. Para quem tiver interesse seus livros viraram filmes, mas saiu apenas o primeiro nos cinemas aqui no Brasil, enquanto em outros países já saiu todos, uma pena.

segunda-feira, junho 06, 2011

A menina que brincava com fogo - Stieg Larsson

Quem diria que uma menina tão pequena teria tamanha força. Essa é Lisbeth, sempre subestimada por seus inimigos. Por sorte ela é muito mais inteligente do que pensam. Nesse segundo volume da trilogia Milenium, Lisbeth é acusa de um triplo assassinato. E agora, ela busca vingança. Enquanto isso, Mikael, que deve sua vida a Lisbeth, tenta provar sua inocência enquanto procura por ela.

Lisbeth realmente é uma menina ardilosa acaba por seguir todas as pistas, se mete em várias situações complicadas, e mesmo com seu rosto estampado nos jornais ela consegue ficar escondida de todos, principalmente da polícia.

Nesse livro, a história toda sobre a vida da Lisbeth e o motivo dela necessitar de um tutor é revelada. Por tantas dificuldades que ela passa o livro mostra como uma mulher forte consegue vencer barreiras.

Enquanto isso, Mikael começa a ligar a história da Lisbeth com uma matéria que estavam fazendo para a revista Millennium, sobre tráfico de mulheres.

Esse livro fica mais tenso que o primeiro e com certeza deixa você com gostinho de quero mais. Fiquei louca por ler o 3º volume da trilogia. Quem gosta de suspense policial, essa trilogia é uma boa escolha.

quinta-feira, maio 26, 2011

Os homens que nao amavam as mulheres - Stieg Larsson

Esse realmente é um livro diferente de todos que eu já li. Conta a história de duas pessoas em especial, Mikael e Lisbeth. Mikael que é um jornalista que teve sua carreira manchada por um deslise em uma matéria que revelava um escandalo grande de um "Todo Poderoso". Lisbeth é uma menina com tatuagens e piercings que guarda muitos segredos, sendo que um deles é ela ser uma talentosa Hacker.

Bom, um cara idoso contrata Mikael para encontrar uma pessoa e Lisbeth acaba ajudando. Enquanto o Mikael se "relaciona" muito bem com as pessoas, principalmente mulheres, Lisbeth realmente não se relaciona muito bem com ninguém, por ser muito fechada. Quando os dois começam a trabalhar juntos você começa a desvendar pequenos pedaços de um mistério enorme. Além disso, em partes do livro existe uma estatísca de violência contra as mulheres, logo antes de começar um capítulo de uma nova parte. Estatísticas que dão medo!

No começo você pode ficar um pouco confuso, e achar um pouco chato, afinal, são nomes complicados da Suécia, nós brasileiros podemos encontrar dificuldades em ligar o nome com o personagem no começo. Mas se continuar você acaba acostumando com os nomes e não larga mais o livro. Literalmente, foi um livro que carregava para onde fosse, sempre que tinha um tempinho eu lia.

É uma ótima leitura para quem quer algo diferente. E claro, que você vai se surpreender no final, esse livro é como se você estivesse desvendando uma conspiração, e aos poucos os segredos das pessoas "importantes" vão aparecendo. Emocionante e tenso, pois também fala sobre violências contra mulheres.

quinta-feira, maio 19, 2011

Saga Crepúsculo - Stephenie Meyer

A saga Crepúsculo, a história de uma menina perdida no mundo, tímida e que acaba em uma cidadezinha habitada por seres sobrenaturais, se apaixona por um vampiro e um lobisomem se apaixona por ela, entre os problemas que ela passa nessa nova realidade hora ela parece corajosa hora parece covarde. Sem falar que ela quer ser um vampiro.

Estava evitando falar de Crespúsculo simplesmente porque ou você ama ou você odeia. Sim eu gosto da saga, mas sei que tem seus defeitos.

Um ponto positivo é que virou febre, então mais pessoas comentam sobre ele o que te faz criar uma expectativa em cima do livro (se a expectativa é muito grande você pode se arrepender). Outro é que fala sobre um triângulo amoroso que é diferente de outras histórias que havia lido sobre vampiros, e a forma que ela mistura vários seres em uma comunidade, como uma aldeia que funciona normalmente.

É claro que os pontos negativos são que, ele é muito meloso o que fez com que a personagem seja um pouco tediosa, e eu acho que a autora poderia trabalhar melhor a história em alguns trechos que ficaram monótomos.

Mas de um todo gostei pela criatidade, pelo marketing trabalhado em cima do livro e pela história ter elementos completamente diferentes acontecendo ao mesmo tempo. Além disso, falem o que quiser, mas o livro prende sua atenção, e (repetindo) virou uma febre. E qualquer livro que vire febre e válido, principalmente para criar o costume de ler nas pessoas que não pegavam em nenhum livro.

Recomendo para quem gosta de histórias bem românticas. E como sempre tem uma época que você mesma esta melosa e quer ler esse tipo de história, comendo chocolate (comigo acontece, não sei com vocês), esse livro cairá como uma luva. Mas atenção, o segundo livro é o mais parado e o que acho que é capaz de fazer alguém desistir da saga, mas meu conselho é: nunca desista de um livro.

terça-feira, maio 10, 2011

Dracula - O Homem Por Tras Do Mito - Roberta Zugaib

Não é uma história convencional sobre o Drácula, não vão encontrar vampiros, sangue ou outros seres sobrenaturais.

Este livro conta a história de um príncipe, Vlad Tepes, que deu a origem ao mito do Drácula, do ponto de vista da autora, que viajou e conheceu os lugares que ele percorreu e documentos que fazem parte da história dele.

Além da parte dramática entre irmãos que foram separados dos pais, o livro mostra a mente fria e calculista deste homem que ficou conhecido como o empalador, e todo mundo sabe que empalar não é algo agradável de se fazer. Já que, bom, a pessoa morre de forma bem dolorosa e humilhante.

A história te leva a conhecer apenas alguns fracos momentos românticos, já que o que importava para ele era o poder e sobreviver. Em algumas partes, é como se ele te convencesse de que o que ele fez não é errado, foi melhor para todos e era a unica opção.

Eu recomendo, pois mostra várias estratégias de guerra, as 3 mulheres que ele teve e de como funciona a mente de alguém ambicioso e ditador. Apesar de eu saber que uma leitura como essa pode ser cansativa para muitas pessoas, eu acho que vale a pena ler sim. Quem sabe, talvez você se surpreenda com a história dessa versão do Drácula.

quinta-feira, abril 28, 2011

Melancia - Marian Keyes

Definitivamente um livro para mulheres! A história de Claire, que acaba de ter um filha e logo em seguida recebeu a notícia de que seu marido irá se separar dela, pois está com outra mulher. Trágico, não? Para ajudar ela vai morar com os pais por um tempo, que são uma família de, bem, louquinhos.

Passando pela fase da negação, depressão, fundo do poço até ela se encontrar novamente e conseguir seguir em frente com sua nova vida e filha.

Melancia te faz rir muitas vezes, e chorar. Não precisa nem explicar por que as mulheres se identificam com esse livro, né?

A leitura bem leve e o enredo super engraçado te prende. Sem falar na lição que o livro passa para melhorar a auto-estima. Acredito que ninguém que leu não gostou, não tem do que não gostar. Alguns momentos pensei "Isso poderia ter acontecido comigo" ou "Adorei a resposta dela!".

Além disso, este livro conta a história de uma de muitas irmãs de família que vive em Dublin, Irlanda. E não sei porque, o fato de ser uma família na Irlanda já faz com que eu goste do livro. Vai entender, né? E outros livros da Marian contam a história das outras irmãs.

Bom, recomendo muito, para qualquer mulher! O livro é nota 1000, vocês irão devorá-lo em poucos dias, aposto.

sexta-feira, abril 15, 2011

Os Crimes ABC - Agatha Christie

Realmente, sempre me surpreendo com a genialidade da Agatha Christie. Posso tentar adivinhar o fim milhões de vezes, e nunca acertar.

Fiquei um bom tempo querendo ler "Os Crimes ABC" e escutei muitas vezes dizerem ser o melhor livro dela, o que eu não posso dizer já que é muito difícil escolher um só. Então quando li, claro que adorei, mas acho que prefiro "Cai o pano", "O caso dos dez negrinhos" e "Assassinato no Expresso do Oriente".

O livro narra a história de crimes que acontecem em ordem alfabética, tanto do nome da pessoa quanto do lugar. E ele te prende enquanto os crimes vão acontecendo. Você fica imaginando como que Hercule Poirot vai achar esse assassino. E quando você acha que o livro está acabando, acontece uma reviravolta. Portanto, não vai ficar decepcionado, pois não é nada previsível.

Realmente recomendo, assim como outros da Agatha Christie. Acredito que quem gosta de romances policiais, irá adorar essa autora que já é uma lenda.

quarta-feira, abril 06, 2011

Terminei de ler . . .

Não sei se todas as pessoas sentem o mesmo que eu quando termino um livro. Parece que bate um abandono, porque aquele livro não vai estar mais lá esperando você ler mais uns dois capítulos. Por outro lado, eu sinto uma empolgação por descobrir o que aconteceu com aquele personagem e imaginar milhões de continuações. Mas às vezes, é o fim realmente.

Porém, depois de terminar qualquer livro eu sinto a vontade de compartilhar com as pessoas aquela história, tomando o cuidado para não contar o fim, mesmo sabendo que talvez aquela pessoa nem vá ler, ou até que ela nem está me escutando de fato.

De qualquer forma, aqui estou eu, sentindo todas essas coisas e pronta para escrever minhas opiniões sobre os milhões de livros que existem. E pode deixar um comentário, principalmente se não concordar comigo.