Veronika decide Morrer - Paulo Coelho

Então, Veronika decide morrer. Foi uma decisão bem pensada, afinal, como você vai se matar e por que? Veronika não teve nenhum motivo traumático ou especial para se matar. Mas ela decide que a vida não vale a pena, simples assim. Tudo estava decidido, só que ela não morreu, pior, acabou em um Hospital Psiquiátrico. Só que por conta de sua tentativa ela agora tem um problema no coração que vai levar ela a morte mais cedo do que as pessoas normais, mas não tão cedo quando ela queria, já que tentou se matar.

Como vocês já devem imaginar, Veronika não acha que é louca e que só tem todo o direito de morrer. Ela até conversa com as pessoas do hospital, mas é totalmente hipócrita e se acha melhor que muitos. Só que ela tentou se matar.

Como ela irá morrer cedo, ela apenas tem que "matar" seu tempo no hospital, certo? Conforme ela vai conhecendo as pessoas, Veronika vai repensando alguns valores que tinha, vai começar a pensar mais sobre a vida, e quando "conhece" um cara em particular ela se torna totalmente curiosa. E essa curiosidade de Veronika vai despertar vários sentimentos nela.

Esse é um livro que realmente faz você dar valor a vida, e te da esperança. O Paulo Coelho, que é um autor que muitos amam assim como muitos odeiam, eu fiquei muito com o pé atrás para ler esse livro, e depois de ver o estusiasmo de uma amiga que leu o livro e me recomendou, resolvi tentar e realmente me surpreendi.

Esse também é um livro que você tem que manter a mente aberta, por conta das situações em que alguns personagens se encontra, e às vezes a leitura se torna cansativa meio parada.

Provavelmente, quem é psicologo terá uma avaliação bem melhor dos personagens. Para leigos, você apenas tenta compreender os sentimentos deles, e suas ações. É bem interessante essa leitura.

Comentários

  1. OI!

    Eu não sou mto chegada a Paulo Coelho. Já li alguns títulos dele, mas acho o estilo mto auto ajuda e dificilmente eu curto o gênero. Contudo, há alguns anos minha irmã comprou e leu esse livro. Quando ela comentou comigo fiquei bem curiosa e ansiosa para ler, mas ela perdeu antes de me emprestar. Conclusão, eu ainda tenho vontade de lê-lo por pura curiosidade.

    BjoO
    Pri
    Entre Fatos e Livros

    ResponderExcluir
  2. Eu já li...é muito interessante...faz refletir

    Olá...Sou escritora e estou sorteando meu livro no blog
    venha partcipar com a gente!
    Bjs
    http://amazoniaumcaminhoparaosonho.blogspot.com/
    “Às vezes sentava-me na rede, balançado-me com o livro aberto no colo, sem tocá-lo, em êxtase puríssimo. Não era mais uma menina com um livro: era uma mulher com o seu amante." (Felicidade Clandestina, Clarice Lispector)

    ResponderExcluir
  3. Hey, Fefa, tudo bem?

    Eu gosto muito de Paulo Coelho, mas esse livro eu não cheguei a ler. Nunca tive muita vontade, a história não me atrai. Mas quem sabe um dia eu não mudo de ideia?

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  4. Ah, tenho que confessar que nunca li nada do Paulo Coelho. Já vi muitas pessoas criticando os livros dele e blá blá blá, porém quanto a isso não posso da minha opinião. Adorei a sua resenha, sem dúvida quando a minha fila de leitura diminuir vou ler esse livro :D

    Beijos&beijos
    Book is life

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Em Chamas (Jogos Vorazes 2) - Suzanne Collins

Um dia - David Nicholls

Jogos Vorazes 1 - Suzanne Collins